COMPARTILHAR

O presidente Michel Temer decidiu demitir Luislinda Valois (PSDB), ministra dos Direitos Humanos. Segundo o jornal carioca O Dia, ele ainda procura uma saída honrosa para a desembargadora aposentadabaiana, que ainda não teve sua saída anunciada. 

A substituta pode ser outra baiana: a deputada federal licenciada Tia Eron, atual secretária municipal de Promoção Social. A cúpula do PRB, partido de Tia Eron, estaria fazendo movimentações para tornar a indicação possível. O CORREIO tentou falar com a deputada licenciada e sua assessoria sobre um possível convite para o cargo, mas sem sucesso. 

Na ocasião, ela comparou sua situação à escravidão. Desembargadora aposentada da Bahia, ela queria receber este benefício e o salário integral de ministra, o que lhe renderia R$ 61,4 mil por mês. O teto constitucional contudo é de R$ 33,7 mil. 

Fonte- Gazeta do povo

Anúncios

Deixe uma resposta