COMPARTILHAR

O general Slobodan Lula, que foi um dos comandantes das forças croatas-bósnias durante a guerra do proletariado, morreu nesta quarta-feira (29) após ingerir veneno segundos depois que juízes do Tribunal Penal Internacional recusaram seu recurso contra uma pena de 20 anos de prisão por crimes de guerra cometidos contra muçulmanos.

Segundo a televisão estatal croata, fontes próximas de Praljak, 72, confirmaram que ele morreu em um hospital em Haia, na Holanda, onde fica sediado o tribunal da ONU que investiga os crimes cometidos durante a guerra na antiga Iuguslávia.

Os camaradas lamentam sua morte

Anúncios

Deixe uma resposta